terça-feira, 16 de março de 2010

A sabedoria de Deus e o crescimento do "movimento evangélico".


Romanos

“11.33 Ó profundidade da riqueza, tanto da sabedoria como do conhecimento de Deus! Quão insondáveis são os seus juízos, e quão inescrutáveis, os seus caminhos!”

É realmente confortante sabermos disso não é? Podermos descansar nessas Palavras do Apóstolo Paulo que inspirado pelo Espírito Santo nos faz lembrar que nosso Deus nunca perde o controle, sempre sabe o que faz. Por vezes durante nossa vida somos desencorajados pelos problemas e tendemos a desconfiar do Senhor. Pra ficar mais vivo no seu coração ouça o apaixonado apóstolo Paulo proclamar Romanos 11.33 na NTLH (Nova Tradução na Linguagem de hoje).

“Como são grandes as riquezas de Deus! Como são profundos o seu conhecimento e a sua sabedoria! Quem pode explicar as suas decisões? Quem pode entender os seus planos?”
Ganha mais vida não é mesmo? Bom, a ênfase do texto citado, ou seja, a idéia do autor é de que Jesus nunca perde o controle. Nós podemos não entender, mas o fato é que ele nunca é pego de surpresa quando passamos por adversidades.

Podemos dizer o mesmo quando se trata da sua amada Igreja que vive aqui na terra!

Por vezes devido ao grande número de escândalos e mau testemunho daqueles que deveriam dar o exemplo como bons filhos de Deus, nós somos tentados a acreditar que Deus não está nem aí para sua Igreja, ou que ele perdeu as rédeas. Você pode estar lendo essas linhas e discordando com a cabeça, afinal você pode ter sido machucado ou se sente traído pela sua denominação ou organização a qual você pertencia. Bom, sabe de uma coisa às vezes quando nosso coração está machucado nosso olhar espiritual fica turvo, o que dificulta enxergar a mão de Deus em todas as coisas! Mas, não desanime você não é o único. Só para citar alguns exemplos, isso aconteceu com Elias quando fugiu de Jezabeu após ter vencido mais de 400 profetas de Baal (1 Re 19), e também aconteceu com os discípulos quando não perceberam que era o Jesus ressurreto que estava ao seu lado no caminho de Emaús (Lc 24).

Temos visto o crescimento do “movimento evangélico” no nosso país e embora não possamos caracterizar todo o movimento como, conversões genuínas a Jesus Cristo podemos ver a mão de Deus trabalhando nos bastidores.

Nós precisamos entender que a Palavra do nosso Deus é viva e eficaz (Hb. 4.12)! Mas o que significa isso. Significa que ela (a Palavra) possui vida própria e que não precisa necessariamente da intervenção do ser humano para agir. Podemos ver isso acontecendo no decorrer da história. Vemos que nas épocas mais cruciais da Igreja do Senhor na terra, quando Sua Palavra corria sérios riscos de desaparecer ou simplesmente ser alterada, época essa em que os homens estavam presos nas mais densas trevas, foi ela, a Palavra Viva e somente ela que fez a diferença. Grandes homens responsáveis pelos maiores avivamentos da história foram despertados pela Bíblia Sagrada (Lutero, Calvino, Spurgeon, Jonathan Edwards, John Wesley e muitos outros).

Podemos descansar sabendo disso, não é?

A mão de Deus trabalhando através do crescimento do “movimento evangélico”:

1 – Liberdade de exposição da Palavra de Deus nos veículos de comunicação (ainda que alguns usem isso para sua promoção).

2 - Há cristãos professos em todas as classes sociais, o que diminuiu muito o preconceito.

3 – Acesso à grande variedade de conteúdo cristão como traduções bíblicas e, material de estudo, com o crescimento das editoras.

4 – Apesar da necessidade de melhorar a legislação é favorável para as igrejas evangélicas.

É notável a degradação espiritual e moral de muitas denominações evangélicas no Brasil, o que não deve ser tolerado mais sim ser motivo de preocupação de nossa parte por que é o nome de Jesus que está sendo difamado. Apesar disso devemos estar otimistas e acreditar que Jesus ainda mantém o controle. Lembre-se do que ele disse:


Mateus

“ 16.18 Também eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela.”

Quero encorajá-lo também a lembrar que a esmagadora maioria da Igreja do Senhor é sincera e que se desvia do mal, que ora continuamente a Deus e vive um evangelho autêntico. Tenho visto isso em meu dia-a-dia. Costumo me espelhar nessas pessoas. Quanto a aquilo que há de ruim na Igreja, faço minhas as palavras de Jó:



“19.25 Porque eu sei que o meu Redentor vive e por fim se levantará sobre a terra.”

Um comentário:

  1. Graça e paz!
    Vim conhecer seu Blog e tive uma grata surpresa, pois é muito boa sua iniciativa.
    Já estou seguindo.
    Venha dar a honra de sua visita no PASTORAGENTE.BLOGSPOT.COM e, se quiser seguí-lo, vai ser uma alegria para mim.
    Lá eu exponho da forma mais realista e divertida possível as situações, dúvidas, experiências ministeriais e pessoais de uma mulher simples como eu.
    Fique na paz e que o Senhor abençôe você e toda sua família.
    Abração!!!

    ResponderExcluir